• Investe Mais

Airbnb afirma que seu futuro depende das criptomoedas

Airbnb é a mais nova entre as grandes empresas a reconhecer a força das criptomoedas. Assim, no registro da sua oferta inicial pública de ações (IPO), a companhia reconheceu que o seu futuro depende da tecnologia blockchain.


Isso pode indicar que há planos corporativos para a implementação dessas ferramentas num futuro próximo.


Airbnb reconhece importância das criptomoedas

O documento de registro está disponível no site da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).


Em um trecho específico, a empresa lista tecnologias que serão importantes no futuro:

“Nosso sucesso vai depender da nossa habilidade de adaptação às tecnologias emergentes, como a tokenização, as criptomoedas, novas tecnologias de autenticação, tecnologia blockchain, inteligência artificial, realidade aumentada e armazenamento em nuvem.”

Além disso, a Airbnb também se referiu aos novos meios de pagamentos:

“Outro componente crítico para o nosso sucesso será a integração de novos meios de pagamentos na nossa plataforma, bem como oferecer métodos de pagamentos alternativos aos nossos consumidores.”

Ambos os trechos podem ser entendidos como uma sinalização favorável às criptomoedas.


Apesar disso, a empresa não manifestou o interesse claro em aceitar as criptomoedas como um meio de pagamento até o presente momento.


Ligação com criptomoedas

A Airbnb adquiriu a empresa ChangeTip em 2016. Na época, essa companhia oferecia a possibilidade de pagar gorjetas com criptomoedas. Entretanto, as suas operações foram descontinuadas após a aquisição.


Ademais, o Airbnb está planejando fazer o seu IPO na Nasdaq, que é uma bolsa de valores com forte atuação das companhias digitais. Através da oferta de ações, a empresa planeja capitalizar US$ 3 bilhões, que são equivalentes a R$ 16 bilhões.


Outro ponto importante é o fato de que a empresa conseguiu lucrar no terceiro trimestre de 2020. A informação surpreendeu alguns investidores, já que a empresa opera no setor de hospedagem, que foi severamente afetado pela Covid-19.


Fonte: CriptoFácil

1 visualização0 comentário