• Investe Mais

BNDES financiou projeto blockchain focado em smart cities

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi fundado em 1952, para investir no futuro do Brasil. De acordo com um anúncio na última quarta-feira (12), o BNDES afirma que financiou um projeto paulista, que fará uso das tecnologias blockchain e IoT.


O projeto será importante para avançar um tema importante e emergente em todo o mundo: smart cities. Na tradução literal, as Cidades Inteligentes são o que se espera para um futuro não tão longínquo.


Isso porque, a nova realidade das cidades seria, na visão de entusiastas desse futuro, imersa em diferentes tecnologias. Com dispositivos eletrônicos inteligentes, moedas digitais, entre outros, a preocupação seria com a proteção dos dados captados e a privacidade da população.


BNDES financiou projeto de empresa paulista ligado às smart cities, que fará uso de IoT e blockchain


Desde que a tecnologia passou a ser um tema em alta, o potencial dessa para alterar a realidade para a população mundial avançou. Hoje, muito se fala em dispositivos eletrônicos inteligentes em casa, mas também avança os estudos para levar inovações para as cidades.

Com o conceito de cidades inteligentes, é imaginado uma realidade totalmente do que vivemos hoje. No futuro, estimam alguns entusiastas, a cidade irá interagir com a população, através de dispositivos eletrônicos diversos.


Os semáforos, por exemplo, poderiam abrir e fechar de acordo com dados do tráfego, retirando a necessidade de humanos realizar tal trabalho, entre inúmeras outras possibilidades. Em um mundo repleto de dados, a digitalização não oferece apenas vantagens, mas também preocupações.


Isso porque, ao armazenar dados, estes poderiam ser alterados por pessoas mal-intencionadas, que poderiam causar enormes danos. Dessa forma, uma das tecnologias promissoras para resolver isso é a blockchain, criada com as criptomoedas como o Bitcoin, em 2009.


No Brasil, o tema das cidades inteligentes também tem avançado, e uma empresa paulista ganhou um reforço para buscar essa realidade. De acordo com o BNDES, que financiou o projeto, a empresa Magna Sistemas Consultoria S.A. fará o uso das tecnologias blockchain e IoT para construir aplicações de cidades inteligente