• Investe Mais

Conheça a criança que ficou rica com bitcoin aos 12 anos

Erik Finman, um garoto de 12 anos, acompanhava seu irmão mais velho em um protesto sobre a irresponsabilidade de Wall Street na crise de 2008. A polícia chegou e por segurança eles tiveram que correr para longe. Por acaso, encontraram um homem vestindo uma camiseta do bitcoin.


A curiosidade do menino fez ele perguntar o que era o bitcoin. Então, o homem que “parecia um hippie” respondeu que “o bitcoin poderia acabar com Wall Street, toda a corrupção, e todas as coisas ruins”. 


Os garotos ficaram impressionados e foram para casa pesquisar mais sobre a criptomoeda. Após muitas pesquisas Erik decidiu que iria investir tudo que tinha, míseros US$1.000, para comprar aproximadamente 100 bitcoins. 


Por três anos, Finman ia para a escola e voltava para ficar na frente do seu computador e tentar acumular mais bitcoins. 

“Passei todos os dias negociando para conseguir mais depois disso” conta Erik.

Hoje, os 100 bitcoins valem mais de R$6.000.000,00 e Erik é o primeiro caso conhecido de uma criança que ficou milionária com bitcoin.


Pouco tempo depois, já com 15 anos, ele largou a escola para fundar sua startup de ensino digital  depois que uma professora disse para ele “largar a escola e ir arrumar um emprego no McDonald’s”.


Sua startup foi vendida por 300 bitcoins poucos anos depois.


Atualmente, aos 20 anos, ele trabalha em colaboração com a NASA para um lançamento de um satélite e em outros projetos. Um deles é a versão real do exoesqueleto do personagem Dr. Octopus para ajudar crian