• Investe Mais

Consultor da Meu Pé de Bitcoin já chefiou empresa acusada de pirâmide

A Meu Pé de Bitcoin é uma empresa que supostamente realiza trade de criptomoedas prometendo retorno de 10% ao mês. A empresa já acumula registros negativos no site Reclame Aqui.


Agora, de acordo com a revista mensal da empresa, foi revelado que um de “seus pilares” é Hélio Caxias Ribeiro Filho. Hélio era também chefe da Híbridos Club, empresa acusada de ser pirâmide financeira.


Ligação entre Hélio e Híbridos

A Híbridos é acusada de pirâmide financeira pelos seus investidores desde o início de 2018.


Em outra matéria publicada no CriptoFácil, foi revelado que a empresa foi condenada a restituir quase R$ 200 mil de um cliente.


Isso porque a Híbridos paralisou os pagamentos dos rendimentos, deixando clientes lesados. Agora na Meu Pé de Bitcoin, Hélio culpa o coronavírus e o antigo desenvolvedor da Híbridos pelos problemas.


Contudo, conforme dito, a empresa já exibe problemas desde o início de 2018. Desta forma, a crise financeira enfrentada pelo coronavírus nada tem a ver com um rombo ocorrido dois anos antes.


Além disso, a revista afirma que a promotoria “se aproveitou” em um dos processos acusatórios em curso contra Hélio. Segundo o documento, enquanto Hélio esteve desaparecido em 2019 para supostamente fugir de ameaças, a promotoria resolveu encaminhar o processo para a Justiça Federal.


Entretanto, o que ocorreu foi um declínio de competência. Declínio de competência é quando um juízo declara que um caso está fora de sua alçada.


Ainda, não cabe à promotoria declarar o declínio de competência, mas ao magistrado.


Investigado por 19 órgãos

Na revista, Hélio ostenta o fato de ser investigado por 19 órgãos diferentes. O documento também afirma que Hélio foi acusado de estelionato “por fato alheio à sua vontade”.


De qualquer forma, fato é que o dono da Híbridos já foi condenado a ressarcir os valores de investidores lesados. Ademais, ao contrário do que se afirma na revista, não se sabe se todos os clientes lesados foram pagos.


Semelhanças

Assim como ocorre agora com a Meu Pé de Bitcoin, os pagamentos começaram a apresentar atrasos na Híbridos e reclamações foram acumuladas.


Das diferentes reclamações apresentadas, pessoas afirmam que já estão com rendimentos atrasados há três meses. Outro cliente afirma que a empresa age “com muita falta de respeito”.


Outro cliente afirmou ainda que a empresa está pedindo que uma carteira externa seja criada. Porém, a ação não solucionou o problema, tendo em vista que os atrasos persistem.


Por enquanto, resta observar o desenrolar dos eventos.


Fonte: CriptoFácil

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo