• Investe Mais

Empresário mostra como comprou mais de 38 mil bitcoins em poucos dias

Há pouco mais de um mês, a MicroStrategy se tornou a primeira empresa listada em bolsa de valores a possuir Bitcoin como parte de seu patrimônio, comprando 21.456 btc. E após apenas 35 dias realizou outra compra de 16,796 BTC.


O que muitas pessoas se perguntavam era como a empresa comprava quantidades tão grandes da criptomoeda. Afinal, compras de grande volume poderiam distorcer um livro de ordens de uma corretora comum, fazendo o preço médio da transação ser mais alto que o ideal.


A maioria apenas especulava que teria sido usado um mercado de balcão para obter os bitcoins, que oferece a vantagem de uma cotação fixa para a compra direta de ativos. Mas a resposta de Michael Saylor não sugere que essa tenha sido a decisão da empresa, em um tweet de 17 de setembro.

“Adquirimos 21.454 BTC por meio de 78.388 transações off-chain (fora do blockchain) e, em seguida, os guardamos em armazenamento frio com 18 transações on-chain.”, disse Saylor, acrescentando que o “Bitcoin escala muito bem como reserva de valor.”, na sua opinião.

Já hoje pela manhã, ele explicou sobre a mais recente compra de bitcoin da empresa, detalhando que a aquisição foi distribuída em milhares de ordens, e sempre aguardando uma oportunidade de queda do BTC.

“Para adquirir 16.796 BTC (divulgado em 14/09/20), negociamos continuamente por 74 horas, executando 88.617 negócios ~ 0,19 BTC a cada 3 segundos. ~ $ 39.414 em BTC por minuto, mas em todos os momentos estávamos prontos para comprar $ 30-50 milhões em poucos segundos se tivéssemos sorte com um pico de redução de 1-2%.” 

Por transações off-chain, pode-se entender qualquer transferência de bitcoin que não toque na cadeia de blocos principal, como movimentações em exchanges, lightning network ou opendimes. Mas considerando a quantidade de transações anunciadas, e o montante obtido, é muito provável que a liquidez tenha sido extraída de um grande número de exchanges.


O uso de mais de um livro de ordem para aquisição das criptomoedas pode ter sido essencial para conseguir um preço médio mais baixo, além da procura por oportunidades pontuais (as citadas quedas de 1-2%). O provável uso de variadas corretoras também explica a elevada quantidade de transações on-chain para o armazenamento frio das moedas.


A comunidade reagiu com muito otimismo a notícia da empresa de business intelligence listada na Nasdaq usar o Bitcoin como reserva de valor, e Saylor teve diversas respostas positivas.


Fonte: cointimes

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo