• Investe Mais

Equipe do CoinMarketCap deixa projeto após entrada da Binance

Em abril deste ano, a Binance comprou o CoinMarketCap (CMC) por R$ 2 bilhões. A comunidade de criptoativos levantou questões sobre a integridade da plataforma. Contudo, a Binance anunciou que as atividades seriam levadas de forma independente.


Alguns episódios, como remoção de indícios de “wash trading” e listagem da Binance Coin como token DeFi, a equipe que liderava o CMC deixou o projeto.


CoinMarketCap perde principal equipe

A notícia foi dada no dia 31 de agosto pelo portal The Block. Cinco pessoas deixaram o projeto, todas elas desde o início na plataforma. A CEO interina, Carylyne Chan, está entre as pessoas que resolveram não mais trabalhar com o CMC.


Chan e outras pessoas contatas se negaram a dizer se a partida teve a ver com a Binance. Apesar de dizer que não interferiria com o CMC, a Binance substituirá os cinco executivos com membros da sua empresa.


O ex-CEO e fundador do CoinMarketCap, Brandon Chez, deixou a plataforma logo após a aquisição da Binance. Chan então assumiu o posto como CEO interina para que a “transição fosse tranquila para a equipe”, segundo ela.


A ex-CEO interina afirmou ainda que espera que o CMC continue trabalhando de forma independente.


Reação da comunidade

Apesar da falta de motivos, usuários da comunidade de criptoativos no Twitter focaram em “comemorar” a saída dos executivos.


Diversos comentários seguiram o posicionamento de “Split Jones”:

Good riddance….Will never forget at the peak of 2017 Bubble these guys were advertising Bitconnect as a headline sponsor Binance acquisition was always a shady one. May it fade into oblivion fast. — Split Jones (@SplitJones) August 31, 2020

“Vai com deus.Nunca esquecerei do pico da bolha em 2017, esses caras estavam anunciando a Bitconnect como principal patrocinador. A aquisição da Binance sempre foi estranha. Tomara que caia no esquecimento rápido”

O desejo de Jones, caso aconteça, pode demorar. Segundo o SimilarWeb, o CMC é um dos sites sobre criptomoedas mais visitados.