• Investe Mais

Google vai minerar criptomoeda em nova parceria

Em parceria com a Block.one, o Google vai começar a minerar uma criptomoeda. Além disso, a gigante do Vale do Silício deverá validar as transações feitas na rede dessa criptomoeda.


Nos últimos anos o Google tem se mantido em cautela com o setor de criptomoedas. Em 2018, por exemplo, o Google chegou a banir anúncios de empresas de criptomoedas, após uma série de fraudes. Posteriormente a regra foi revista.


No entanto, a empresa agora volta a se aproximar de um projeto alternativo de criptomoeda. Chamada de EOSIO, essa moeda digital é um dos principais projetos que podem ameaçar a soberania do Ethereum no campo dos contratos inteligentes.


Em fevereiro, o Google já havia fechado uma parceria com a Hedera Hashgraph, que valorizou 100% em poucas horas.


Google vai minerar e validar transações de criptomoeda EOS


O braço de desenvolvimento em nuvem do Google anunciou uma nova parceria com a Block.one. Chamado de Google Cloud, a unidade é responsável pelo armazenamento de dados, análise, Big Data e aprendizado de máquina dentro da gigante.


Ao se tornar um candidato a block producer, o Google dá um passo na direção das criptomoedas. Caso seja confirmado, o Google Cloud passa a minerar EOS e validar as transações dessa criptomoeda.


Pelo trabalho, um block producer é recompensado com criptomoeda. O preço da EOS hoje é R$ 14 por unidade.


Em nota, o Google Cloud afirmou que coloca sua infraestrutura de ponta a disposição da EOS. Dessa forma, a moeda poderá se beneficiar da experiência do projeto e ampliar a inovação.

“A rede de fibra óptica global de baixa latência e altamente provisionada do Google Cloud oferece estabilidade, confiabilidade, segurança e ampla cobertura de infraestrutura global para os esforços e desenvolvimento de blockchain público do Block.one. Por meio dessa parceria, o Google Cloud trabalhará com o Block.one para possibilitar novas maneiras de sua comunidade de código aberto de desenvolvedores se envolver e criar aplicativos utilizando o poder do protocolo EOSIO e a experiência de desenvolvedor incomparável do Google na nuvem”, afirmou o Google Cloud.

Comunidade EOSIO se mostra feliz com chegada do novo reforço


A chegada do Google Cloud no projeto EOSIO deixou a comunidade entusiasmada. De fato, com o reforço do Google o projeto pode ganhar mais inovações.


De acordo com Brendan Blumer, CEO da Block.one, a chegada do Google animou os stakeholders do projeto.

“A equipe do Google Cloud entende a próspera comunidade EOS e a tecnologia EOSIO de alto desempenho na qual ela se baseia para criar o melhor ponto de entrada no setor de blockchain. Damos as boas-vindas ao Google Cloud à comunidade EOS e estamos animados por suas contribuições para a rede EOS”, afirmou Blumer.

Em menos de um ano, esse é o segundo projeto de criptomoeda alternativa que o Google apoia. Mesmo assim, o Google ainda não tem oficialmente uma posição em relação ao Bitcoin, maior criptomoeda do mercado.


Em abril de 2020, a Forbes citou que para o Google continuar sobrevivendo, deveria “matar o Bitcoin”. Na época, a Forbes declarou que o Bitcoin pode ser uma ameaça a grandes empresas e seus modelos de negócios.



Fonte: livecoins

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo