• Investe Mais

Hacker audacioso usa propagandas do Facebook para extorquir empresa

Os ataques de ransomware estão ficando cada vez mais comuns em diferentes setores, paralisando diferentes serviços e até mesmo causando prejuízos públicos. Agora, um grupo de hackers decidiu ir além em um recente ataque e usou o Facebook para divulgar propagandas anunciando um ataque bem sucedido.


Inicialmente revelado pelo site Krebs on Security as propagandas do Facebook divulgadas pelos hackers vieram de uma conta que tinha sido invadida. Mas essa ação é apenas a segunda parte de uma campanha contra a Campari Group, famosa fabricante italiana de bebidas.


Na semana passada a Campari sofreu um ataque de ransomware que além de ter criptografado partes do sistema, também diz ter roubado cerca 2TB de arquivos importantes. Como sempre, os hackers pediram um resgate para liberar os computadores da Campari e não vazarem dados roubados. De acordo com as informações, o preço inicial do resgate foi de US$ 15 milhões (Cerca de R$ 80 milhões), como relatado pelo Bleeping Computer.


Nota de resgate enviada à Campari pelos hackers. Fonte: Bleeping Computer.


Os hackers, que se identificam como Ragnar Locker, utilizaram um vetor do malware que afeta apenas computadores com o sistema operacional Windows e prometeram que iriam divulgar os dados roubados caso o pagamento do resgate não fosse realizado.


Mas eles decidiram colocar mais pressão na Campari ao levar caso para o público de uma forma inusitada: Com propagandas do Facebook.


Hackers utilizaram propaganda do Facebook para divulgar ataque à Campari