• Investe Mais

Hackers extorquem milhares de pacientes de psicoterapia em troca de Bitcoin

Hackers estão obrigando milhares de pacientes de psicoterapia a pagar bitcoin para não ter suas informações confidenciais divulgadas.


Na Finlândia, diversas pessoas receberam e-mails neste final de semana de um hacker declarando ter acesso a todos seus registros confidenciais de consultas de psicoterapia.


Se o paciente não enviasse 200 euros (R$ 1,300) em bitcoin na conta do hacker, todos os detalhes da suas conversas com o médico, seriam divulgados na internet.


Depois disso, dezenas de milhares de finlandeses foram procurar os serviços de apoio à vítima. Depois disso, a polícia concluiu que de fato, um ataque em massa tinha acontecido.


Os hackers invadiram o sistema da empresa privada Vastaamo e conseguiram acessar registros de 25 centros de terapia em toda a Finlândia. A Ministra do Interior do país, Maria Ohisalo, descreveu o acontecimento como um “um ato chocante”.

“A violação de dados de Vastaamo é um ato chocante que atinge todos nós profundamente […] A Finlândia deve ser um país onde a ajuda para problemas de saúde mental está disponível e pode ser acessada sem medo.”

Dados já foram vazados na deep web


As autoridades do país aconselharam as vítimas a não enviar bitcoin aos hackers, pois há indícios que os registros já vazaram.


A investigação aponta que encontrou um arquivo