• Investe Mais

Investidores devem observar Bitcoin como alternativa ao Real

Muitos brasileiros acreditam que ao carregar o real por aí não fazem “investimentos”. A realidade não seria bem essa, e um analista acredita que os investidores brasileiros devem observar o Bitcoin, ouro e dólar como alternativas.


O Real é de fato uma moeda fiduciária, emitida pelo Banco Central do Brasil. Ao emitir a moeda, o governo pede que os brasileiros confiem nessa divisa. Na economia brasileira, entretanto, todos são obrigados a aceitar o Real (BRL), que é uma moeda de curso forçado.


Apesar dessa obrigação em aceitar a moeda para transações, o governo não consegue obrigar os brasileiros a guardar apenas essa moeda. Isso porque, passando por problemas cambiais e inflacionários, a divisa é vista com desconfiança por analistas. Dessa forma, investir em mais moedas provavelmente será uma realidade aos brasileiros.


Com Real sob olhares cautelosos, investidores devem observar até o Bitcoin como alternativa, aponta analista


O Brasil é o principal país da América do Sul e uma das economias mais ricas da região. Contudo, em relação ao mundo, o país ainda é subdesenvolvido e sua moeda não é tão forte assim.


Com a crise de 2020, acirrada pela pandemia do novo coronavírus, o Brasil sentiu uma forte pressão. Assim como em outros países, o governo correu para enviar para a população o auxílio emergencial. Dessa forma, colocou mais moedas no mercado, uma situação atípica e vista com cautela por economistas.


De acordo com Gustavo Cunha, especialista em mercado financeiro e colunista do Infomoney, a emissão de moeda é um problema no mundo. Ele observa que algumas empresas já se expõem ao Bitcoin como reserva de valor, como o caso recente da Microstrategy, empresa dos EUA que aportou milhões na moeda digital.


Contudo, alertou que a exposição total ao Bitcoin como reserva não é nada prudente. O analista apontou que as empresas e pessoas devem sim observar o Bitcoin, ouro e dólar como alternativas.