• Investe Mais

Mineradores de Ethereum lucram R$ 4 milhões por hora com altas taxas

Os mineradores de Ethereum estão em ascensão graças a, dentre outros fatores, popularidade do DeFi. As altas taxas do ETH estão alegrando os mineradores, que estão recebendo comissões históricas.


No início de setembro, quebrou-se o antigo recorde e mineradores registraram ganhos de mais de R$ 4 milhões por hora.


O recorde de ganhos diários também foi batido. Em 1º de setembro, o lucro dos mineradores alcançou mais de R$ 70 milhões recebidos em comissões.


Isso foi 241% a mais do que a alta anterior, registrada em 10 de janeiro de 2018, na qual foram lucrados R$ 22 milhões.


Mineradores lucram com altas taxas

Enquanto os mineradores estão “rindo à toa”, quem não parece feliz com esses números são os usuários da rede. Os usuários sofrem com o congestionamento da rede, que aumentam as taxas transacionais. Em 1º de setembro, a comissão média era de US$ 12,90 por transação. Trata-se de mais de R$ 60.


De acordo com o EtherScan , o preço do “GAS” hoje recomendado para uma transação média no Ethereum é 483 gwei (equivalente a US$ 4,47). Porém, ao pagar esta comissão, a transação deve ser confirmada em aproximadamente 4 minutos e 58 segundos.


DeFi está congestionando a rede

O aumento de usuários em plataformas de finanças descentralizadas (ou DeFi) parece ser a causa do congestionamento da rede. Isso porque a maioria das plataformas DeFi se baseiam na blockchain Ethereum.

“Já coletei 50 DAIs para entrar no DeFi, agora só preciso coletar 1 ETH para pagar as comissões”, escreveu um usuário do Twitter com ironia.

Por sua vez, o maximalista de Bitcoin Jameson Lopp concordou com essa afirmação,

acrescentando que “os verdadeiros vencedores são os mineradores”.


Bitcoin também é afetado

De qualquer forma, o problema com altas taxas para transacionar na blockchain não é isolado ao Ethereum. O mesmo ocorreu com o Bitcoin no final de 2017 e início de 2018, quando a rede viu seu auge de transações e taxas.


À época, transacionar com Bitcoin chegou a custar cerca de US$ 50 e levantou questionamentos sobre a viabilidade do BTC como moeda. Pensando nisso, soluções como Ligthning Network e outras soluções de escalabilidade surgiram para deixar as taxas mais baratas.


Entretanto, a máxima ainda é valida: “quanto mais movimento na rede, mais congestionamento e taxas mais altas”.


Fonte: CriptoFácil

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo