• Investe Mais

Proibição de pornografia online na Tailândia causa revolta

O governo da Tailândia disse que proibiu que o Pornhub e outros 190 sites exibam pornografia no país, provocando uma revolta contra a censura nas redes sociais e um protesto contra a decisão.


O ministro de Assuntos Digitais, Puttipong Punnakanta, disse que o bloqueio é parte dos esforços para restringir o acesso a sites pornôs e de apostas, ilegais nos termos lei de crimes cibernéticos do país.


Mas muitos usuários tailandeses fizeram da hashtag #SavePornhub um dos principais tópicos do Twitter e criticaram o fechamento do acesso ao site. A Tailândia foi um dos 20 maiores mercados em tráfego diário de usuários para o Pornhub em 2019 e tem uma indústria sexual conhecida globalmente.


De acordo com o Pornhub, os usuários tailandeses passaram mais tempo no site no ano passado do que qualquer lugar do mundo – 11 minutos e 21 segundos.

Um grupo de ativistas chamado Partido Anônimo disse: "Queremos reivindicar o Pornhub. As pessoas têm o direito de escolher."

Representantes do Pornhub não comentaram assunto.


A empresa de pesquisa de mercado de internet Top10VPN disse ter visto um pico de pesquisas da Tailândia para Redes Particulares Virtuais (VPN), que ajudam a driblar a censura, de 640% na comparação com a média diária de setembro-outubro depois que o Pornhub ficou inacessível a partir da noite de segunda-feira.

"Se alguém não odeia o atual governo militar, agora provavelmente odeia", disse um usuário de Twitter chamado Jirawat Punnawat.

Fonte: investing

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo