• Investe Mais

Temporais derrubam hashrate de pools de mineração de Bitcoin na China

Apesar da recente alta no preço e no hashrate do Bitcoin, na China, as principais pools de mineração estão presenciando quedas diárias de 10% a 20% no poder de mineração, conforme dados da BTC.com. O motivo são as fortes tempestades que têm causado cortes de eletricidade em várias partes da província de Sichuan. É lá que ficam as empresas responsáveis por mais de 50% da manutenção da rede.


Segundo o Coindesk, as chuvas vêm aumentando desde as últimas semanas, alcançando seu pico nos últimos dois dias. Devido a isso, as usinas hidrelétricas param de gerar energia para ajudar a descarregar as enchentes.


Como resultado, as fazendas de mineração de bitcoin afetadas na região estão sendo forçadas a se desconectar da rede enquanto durem as chuvas.


Interrupções elétricas


De acordo com o cofundador da Poolln, Kevin Pan, algumas mineradoras também procuraram resguardar seus funcionários evacuando a fazenda.


Além das mineradoras serem forçadas a interrupções, não é só Sichuan. “Alguns condados também estão enfrentando problemas de telecomunicações e internet”, disse à reportagem.


Conforme informações da agência de notícias estatal Xinhua, o volume acumulado das chuvas na regiões mais afetadas de Sichuan já é maior de todos os tempos. Inclusive uma grande rodovia que dá acesso à montanhosa foi bloqueada devido a deslizamentos de terra.


Alta do Bitcoin


Na segunda-feira (17), o Bitcoin bateu a casa dos US$ 12 mil, cerca de R$ 66 mil no Brasil, e teve um aumento do hashrate, de 130 EH/s (hexa-hashes por segundo). Quanto maior o hashrate de uma criptomoeda, mais segurança a rede.


O movimento segue uma tendência de alta que vem desde o crash de março e se intensificou no final de julho, quando voltou a romper os US$ 10.000.


O bitcoin acumula com ganhos de 31% até agora no segundo semestre. Em 2020, o bitcoin teve alta de 72% em dólar.


Em Real, dada a forte desvalorização da moeda brasileira, a alta da criptomoeda no país em 2020 é de 120%.


Fonte: PortaldoBitcoin

1 visualização0 comentário