• Investe Mais

Whindersson Nunes é usado por golpe com Bitcoin

O famoso humorista Whindersson Nunes está sendo usado por um golpe com Bitcoin no Brasil. Com sites em vários idiomas, a fraude Bitcoin Revolution continua a atacar.


O Livecoins já alertou sobre uma fraude sofisticada que tem atraído brasileiros. Chamada de vários nomes, como “Bitcoin Loophole”, “Revolution”, “Era” ou “Up”, o esquema é um só. Ao prometer rendimentos com um suposto robô de criptomoedas, pede que as pessoas depositem Bitcoin em sites duvidosos.


Para captar pessoas e parecer legítimo, o golpe utiliza a imagem de famosos de vários países. No Brasil, o último a ser declarado um “investidor” do negócio é um dos maiores youtubers do país.


Whindersson Nunes tem sido citado por Bitcoin Revolution, um famoso golpe internacional


O Bitcoin é uma moeda digital que funciona apenas pela internet. Com transferências sendo realizadas a todos os momentos, a moeda segue sendo uma ótima maneira de transferir valores pelo mundo. Com a tecnologia chamando atenção, seu preço passou por uma grande valorização nos últimos anos.


Dessa forma, com o preço do Bitcoin hoje acima de R$ 55 mil, golpistas passaram a buscar investidores com falsas promessas. Uma delas é a de ganhos fáceis acima do mercado, com uso de robôs de trade de Bitcoin.


Uma dessas falsas promessas se chama Bitcoin Revolution. Ao prometer rendimentos, o golpe afirma que Whindersson Nunes, famoso youtuber e humorista brasileiro, é investidor de Bitcoin com a empresa.


Contudo, a escrita do texto, em sites duvidosos pela internet, é velha conhecida. O Bitcoin Revolution, que tem outros nomes também, apenas copia o mesmo texto ao oferecer os supostos investimentos e altera o nome dos famosos. No Brasil e no mundo o golpe utiliza a mesma técnica, que já é investigada por autoridades de vários países.


O Livecoins entrou em contato com Whindersson Nunes para saber se ele havia recebido alguma notificação de sua vinculação ao golpe. Até o final dessa matéria, entretanto, ainda não havia retornado.


Golpe tem focado em brasileiros durante pandemia


O golpe Bitcoin Revolution tem acirrado a busca por brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus. Nos últimos meses, o golpe usou a imagem de Carla Perez, Chico Buarque e o apresentador do BBB, Tiago Leifert.


Além disso, na última semana o Livecoins falou sobre o golpe agora estar voltado a programas de TV. Isso porque, o Bitcoin Loophole estaria afirmando em seus sites que está sendo divulgado pelo Shark Tank Brasil. No Twitter, o perfil oficial do programa nega estar divulgando investimentos duvidosos.


Pelo visto até aqui, a famosa fraude tem buscado entender o comportamento de pesquisa dos brasileiros. Dessa forma, detectam assuntos em alta e tentam captar investidores com a “brecha na riqueza”.


Recentemente, Whindersson tem tido destaque por conta do final de seu casamento com Luisa Sonza, fato que pode ter motivado os golpistas a vincularem sua imagem. Além disso, foi considerado pelo Visual Capitalist como o maior Youtuber brasileiro, em um estudo no último final de semana.


Vale destacar que o Bitcoin tem um preço conhecido pela sua volatilidade. Ou seja, a moeda digital varia facilmente, para alta ou baixa, sendo impossível para um investidor obter ganhos fixos de um ativo de renda variável.


Fonte: livecoins

4 visualizações0 comentário